Pucinelli e Dutra da Silva são eliminados no Challenger de Concepción

Por Gustavo Cipriano - Janeiro 25, 2023
Pucinelli-Challenger-Concepcion-2023
Foto: Reprodução/Instagram/Pucinelli

Apesar do feriado em São Paulo, o dia não foi muito bom para dois paulistas. Matheus Pucinelli de Almeida e Daniel Dutra Da Silva foram eliminados nesta quarta-feira (25) na estreia do Challenger de Concepción, no Chile.

O primeiro perdeu o seu jogo para o argentino Hernan Casanova por 2 a 1. As parciais foram de 6(4)-7, 6-1 e 7-6(5) em 2h43 de duração de partida. Pucinelli chegou a sacar para fechar o confronto duas vezes, mas levou grande virada tanto na última parcial quanto no confronto como um todo.

No primeiro set, os tenistas foram para o tie-break após cada um obter duas quebras; o brasileiro garantiu o game desempate e a etapa inicial com 7-4, através de dois mini-breaks sofridos e dois sofridos. Já na segunda etapa, Pucinelli se perdeu e viu o oponente dominar completamente, quase conseguindo um pneu. Foram duas quebras e parcial fechada para o argentino em pouco mais de meia hora.

A última parte do duelo voltou a ser equilibrada e ter longa duração, de cerca de uma hora, assim como a primeira. O paulista abriu 5/2 com duas quebras de vantagem, mas perdeu todos os games restantes depois disso, incluindo o tie-break, vencido por 7-5 por Casanova.

Daniel Dutra Da Silva também cai

Dutra Da Silva foi eliminado também por um argentino, Federico Coria, o maior cabeça de chave da competição. O placar final foi de 2 a 0, com parciais de 6/4 e 6/3.

O brasileiro não conseguiu firmar o seu serviço em toda a partida, vencendo apenas 50% dos pontos que iniciou. E assim, Coria conseguiu conquistar duas quebras em cada set, o que lhe deu ótima vantagem para fechar as parciais. Ele somente perdeu um dos seus games, na primeira etapa.

Federico Coria terá agora outro brasileiro pela frente na segunda rodada, Pedro Boscardin Dias, o único representante do país remanescente. Já Casanova, algoz de Pucinelli, enfrentará o compatriota Juan Manuel Cerundolo.

Gustavo Cipriano