Presidente da ITF revela a solução para Federer marcar presença nos Jogos Olímpicos de 2020

Por Nuno Chaves - Outubro 24, 2019

Roger Federer, em grande forma no ATP 500 de Basileia, anunciou há dias que pretende estar nos Jogos Olímpicos, ainda assim, para isso ser preciso, é necessária excepção… que parece estar encontrada.

É que o Presidente da ITF, David Haggerty, em entrevista à Agencia EFE, explicou aquilo que poderá acontecer. “Temos regras específicas. Aqueles que joguem a primeira ronda da Taça Davis do ano que vem, como o Nishikori, classificam-se. No caso do Roger, a Suíça tem a possibilidade de nomeá-lo por um critério muito concreto: ter sido medalhado no passado”, admitiu o líder.

Recorde-se que Federer tem duas medalhas olímpicas no currículo: ouro de pares em Pequim 2008 e prata de singulares em Londres 2012 mas o grande objetivo do helvético continua a ser o ouro nos singulares.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.