Portugueses ajudam Europa a manter-se na luta na EuroAmerica Padel Cup

Por Bola Amarela - 6 Julho, 2019
padel

Ricardo Martins, Miguel Oliveira e Vasco Pascoal contribuíram para as duas recuperações a que a seleção da Europa se viu forçada, partindo para a última jornada de sábado a perder apenas por 7-5 frente à sua congénere da América, na primeira edição da EuroAmerica Padel Cup, que a Federação Portuguesa de Padel organiza no Clube de Ténis do Estoril, no concelho de Cascais.

“Há dois anos nunca acreditaria nesta convocatória para uma seleção da Europa, mas foi fruto de ter apostado, de ter ido para Espanha melhorar o meu jogo”, disse Ricardo Martins, que só no ano passado começou a competir ao mais alto nível no WPT e que nesta EuroAmerica Padel Cup já somou 2 pontos para a sua equipa.

Os campeões nacionais, Miguel Oliveira e Vasco Pascoal jogaram sempre com os mesmos parceiros por decisão do capitão da Europa, o espanhol Willy Lahoz, que até já jogou este ano com o próprio Miguel Oliveira. Vasco Pascoal tem atuado junto do espanhol Jaccobo Blanco, com quem tem «aprendido muito» e protagonizou os dois melhores encontros do torneio até ao momento. Na quinta-feira Pascoal e Blanco derrotaram o argentino Federico Chiostri e o n.º1 do ranking do Brasil, Stefano Flores, por 6-4, 1-6 e 7-5. Na sexta-feira só perderam com o mesmo Stefano Flores, desta feita associado ao argentino Pablo Egea por 7-6 (7/2), 6-7 (5/7) e 6-3. Dois encontros que superaram as duas horas.

Depois de ter havido um empate de 3-3 no primeiro dia e da América ter ganho o segundo dia por 4-2 (para o tal agregado de 7-5), ninguém arrisca quem será favorito para a primeira edição da EuroAmerica Padel Cup. O próprio selecionador da América, o argentino Alejandro Lasaigues, que muitos consideram o melhor de sempre, fez questão de sublinhar que “não há campeões antecipados”.