Pedro Sousa: «O objetivo é subir o mais possível, não é passar o João»

Por Bola Amarela - Maio 18, 2021
Foto: Sara Falcão/FPT

Pedro Sousa ocupa a 111.ª posição do ranking ATP e está a apenas uma vitória de se tornar no número um nacional, ultrapassando João Sousa. Essa oportunidade surge esta quarta-feira diante de Botic van de Zandschulp, na segunda ronda do Challenger 125 de Oeiras, mas o lisboeta garante que não está obcecado por ficar com esse estatuto.

“Sei que estou perto, não vou mentir, porque olho para o ranking. Só não sabia que podia ser amanhã. No entanto, preferia estar a fazer um ano melhor do que este e continuar a número dois. O meu objetivo é subir o mais possível, não é passar o João. Estive tanto tempo atrás dele e de outros e nunca vivi mal com isso. O mais importante é voltar a sentir-me bem”, admitiu em conferência de imprensa.

Além de afirmar que “se calhar foi o ar do Centralito” que o fez triunfar, Pedro Sousa não teve medo de assumir uma candidatura ao título. “Já ganhei um torneio desta dimensão em Pullach, estou a jogar em casa, em condições a que estou habituado. Não digo que sou favorito, mas sou um dos que podem ganhar o torneio. Sei que também que posso perder na próxima ronda porque o nível está bastante elevado”, rematou.

Bola Amarela