Paire mete respeito, mas Rublev impõe lei do mais forte rumo às ‘meias’ em Cincinnati

Por Bola Amarela - Agosto 20, 2021
andrey-rublev

Ponto final no pequeno conto de fadas que Benoit Paire estava a viver em Cincinnati. Andrey Rublev foi obrigado a lutar e teve de encontrar o melhor nível para ultrapassar as dificuldades impostas pelo renascido francês, mas acabou mesmo por confirmar o lugar nas meias-finais de um Masters 1000 pela terceira vez na carreira… e em 2021. Além disso, esta foi a 40.ª vitória da época para o número 7 do ranking ATP, que fez ‘meias’ em Miami e final em Monte Carlo.

Rublev fechou um encontro bastante rápido mas competitivo, com os parciais 6-2, 3-6 e 6-3, ao cabo de 1h40. A história acaba por ser fácil de contar, tendo em conta que apenas o jogador que venceu cada set teve pontos de break nesse mesmo parcial, pelo que as diferenças acabaram por ser feitas de forma bastante clara. Ainda assim, é o fim de uma semana muito positiva para Paire, que não chegava às ‘meias’ de um Masters 1000 desde 2017.

Para Rublev, a caminhada continua, sendo que persegue então a sua segunda final de um torneio desta envergadura. Para tal, terá de ultrapassar o vencedor do duelo entre o seu bom amigo e compatriota Daniil Medvedev e o espanhol Pablo Carreño Busta.

Bola Amarela