Osaka: «Foi mais surreal ganhar o US Open do que o Australian Open»

Por José Morgado - Janeiro 31, 2019

Naomi Osaka, número um mundial e vencedora dos últimos dois títulos do Grand Slam, confessou que ainda não tem a perfeita noção das mudanças que a sua carreira (e vida) sofreu nos últimos meses, mas admite que o primeiro título Major, no US Open 2018, acabou por ser mais surreal do que o mais recentemente alcançado no Australian Open.

“Parece estranho eu estar a dizer isto, porque ainda só ganhei dois, mas a verdade é que o primeiro foi bastante mais surreal do que este segundo. É por estes momentos que todas jogamos e foi com isto que sonhei durante toda a minha vida”, confessou a nipónica de 21 anos.

Será que Osaka pensa em ganhar os quatro Slams seguidos? “Não vou mentir e dizer que isso não passou pela minha cabeça. Mas não sei. Vou concentrar-me num torneio de cada vez, num encontro de cada vez…”

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.