O reconhecimento de Nadal: «Defrontei alguém que jogou muito melhor do que eu»

Por Nuno Chaves - 27 Janeiro, 2019

Rafa Nadal não apresentou argumentos para ultrapassar Novak Djokovic, que realizou uma exibição a roçar a perfeição, na final do Open da Austrália. O espanhol, ainda assim, mostrou-se satisfeito pela sua semana ao longo das últimas duas semana.

Em declarações ainda em court, Rafa reconheceu a superioridade do número um mundial. “Foi um nível de ténis espetacular. Falando de mim próprio, foram duas semanas muito emotivas. Mesmo que esta noite não tivesse sido o meu melhor dia, defrontei alguém que jogou muito melhor que eu. Tenho passado por momentos complicados no último ano”, confessou o maiorquino.

“Mesmo que não tenha sido a minha noite, para mim é muito importante estar onde estou novamente. Acredito mesmo que joguei duas boas semanas de ténis. Isso vai ser uma boa inspiração para mim para o que está para vir”, atirou.

Nadal afirma mesmo que a motivação vai continuar sempre presente. “Vou continuar a lutar muito para ser um melhor jogador, para continuar a lutar pelos principais torneios. Este torneio tem sido complicado para mim em termos de lesões e adversários, como foi esta noite”, admitiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.