O que Djokovic precisa de fazer para chegar a Roland Garros como número um

Por Pedro Gonçalo Pinto - Maio 9, 2022
djokovic

Novak Djokovic viu Alexander Zverev falhar a conquista do título do Masters 1000 de Madrid, o que retira um nome da equação na luta pela liderança do ranking ATP esta semana em Roma. No entanto, o sérvio continua sob pressão e a verdade é que, neste momento, no classificação virtual, já é o segundo classificado da hierarquia mundial masculina, com Daniil Medvedev a ultrapassá-lo.

Pois bem, no dia em que arranca a 369.ª semana na frente, Djokovic já sabe que terá de chegar às meias-finais para garantir que permanece na liderança do ranking ATP. No entanto, esse resultado apenas fecha mais uma semana na frente, tendo em conta que o russo irá voltar à ação em Genebra e poderá somar aí 250 pontos caso conquiste o título.

Assim sendo, para garantir que não há volta a dar e que chega a Roland Garros como número um — aconteça o que acontecer em Genebra –, Djokovic tem de chegar à final na Cidade Eterna. Nesse cenário, fica a saber que vai elevar o seu total para 372 semanas na frente, restando depois saber o que fará em Roland Garros, onde defende o título.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.