Nuno Borges despacha especialista de terra batida e alcança 1.ª vitória em Masters 1000

Por José Morgado - Maio 11, 2023
Nuno-Borges
Sara Falcão/FPT

Nuno Borges, número um nacional e 88.º colocado do ranking mundial, viveu esta quinta-feira uma tarde muito especial no Foro Itálico, ao alcançar a sua primeira vitória da carreira em quadros principais de torneios ATP Masters 1000, a caminho da segunda ronda do Internazionali BNL D’Italia, em Roma. O tenista que treina no Centro de Alto Rendimento do Jamor quebra mais uma barreira na sua carreira, depois de nos últimos 12 meses ter jogado o seu primeiro Grand Slam (Roland Garros), vencido um encontro em torneios desse nível (US Open) para entrar no top 100 e de já este ano ter vencido torneios Challenger 125 e 175 que lhe deram a chance de começar a entrar diretamente nos maiores torneios do Mundo.

O maiato de 26 anos, que vinha de semanas em que as coisas não lhe correram tão bem em singulares tanto em Madrid como em Aix-En-Provence, derrotou na primeira ronda da prova o sérvio Dusan Lajovic, um dos jogadores com maior número de vitórias (e já um título) em terra batida esta temporada, por 6-4 e 6-1, em pouco mais de uma hora. Borges dominou por completo, foi superior em todos os departamentos estatísticos e não deu chances ao sérvio, que surpreendentemente teve muito mais apoio nas bancadas do mítico court Pietrangeli, um dos campos de ténis mais bonitos do Mundo.

Na segunda ronda, Borges vai defrontar no sábado o grego Stefanos Tsitsipas, número cinco do Mundo e finalista deste torneio em 2022, mas que não tem vivido momentos de grande confiança nos últimos meses.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt