Noah: «Depois de vencer Roland Garros já não tinha a mesma motivação»

Por Tiago Ferraz - Junho 8, 2020
franca-croacia-taca-davis
Tennis – Davis Cup Final – France v Croatia – Stade Pierre Mauroy, Lille, France – November 23, 2018 France captain Yannick Noah REUTERS/Christian Hartmann – RC129D573E40

O antigo tenista francês Yannick Noah refletiu, recentemente, sobre aquilo que permitiu que o próprio vencesse o torneio de Roland Garros em 1983.

“Quando ganhei Roland Garros, algo mudou em mim. Nesse sentido, depois do sucedido, nunca mais tive a mesma motivação. Aquela sensação que jogar era algo de vida ou de morte…Já não sentia isso. O meu único Grand Slam foi perfeito, não podia ter pedido melhor”, afirmou, citado pelo Punto de Break.

Conheça a história de Yannik Noah, um tenista que marcou uma geração.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.