Nishikori: «Tinha medo, pensava que ia jogar sempre com ansiedade devido ao meu pulso»

Depois de um início de temporada em que Kei Nishikori andou à procura de recuperar a melhor forma – chegou mesmo a jogar torneios Challenger -, os últimos meses de 2018 ficaram marcados pelo regresso ao melhor nível do nipónico, que teve como consequência máxima, a presença nas ATP World Tour Finals de Londres (não passou da fase de grupos).

Em declarações, o número nove mundial voltou a relembrar a sua lesão no pulso. “Tinha medo. O pulso é muito importante no ténis. Pensava que ia ter de jogar sempre com esse sentimento de ansiedade. Apesar de não ter sido operado, sempre me disseram que podia ser mas esta temporada tive a sensação de que estava a crescer e a melhorar. Joguei sem essa pressão este ano”, afirmou o japonês.