Nick Kyrgios recusou treinar com Andy Murray: «Às oito da manhã não dá para mim!»

Nick Kyrgios, número um australiano, entrou esta quarta-feira com uma vitória na temporada de 2018, ao apurar-se para os quartos-de-final do ATP 250 de Brisbane, na Austrália, e no final do encontro comentou um dos assuntos do momento, a emocionante publicação de Andy Murray, onde abre o coração sobre as dúvidas que assolam a sua carreira neste momento.

“É muito triste. Li aquilo e fiquei muito tocado porque somos bons amigos e ele é uma excelente pessoa. Foi por isso que tanta gente foi lá comentar. O Andy faz falta ao circuito e é um favorito do público”, confessou o australiano de 22 anos, em conferência de imprensa.

Kyrgios revelou ainda ter recusado um convite de Murray para treinar esta semana. “Ele combinou uma sessão de treinos comigo às 8 da manhã, mas a essa hora não dá para mim. Pedi-lhe que alterasse para as 9, mas ele não aceitou. Teve de arranjar outro parceiro”, gracejou.