Nadal recorda final com Djokovic: «Foi melhor que eu, quando é assim tenho de dar a mão e felicitar»

Por Nuno Chaves - 10 Fevereiro, 2019

No interessante evento de um banco espanhol que contou com a presença de Rafa Nadal nas Conversas do Futuro, o número dois mundial recordou a final do Open da Austrália onde perdeu de forma clara para Novak Djokovic.

Nadal voltou a reconhecer a superioridade do número um mundial. “Enfrentei um jogador que foi melhor que eu e quando isso acontece, só podes dar a mão, felicitar e continuar a trabalhar para estar melhor preparado da próxima vez”, afirmou o maiorquino.

Apesar dessa derrota, Nadal ficou muito satisfeito com a sua prestação. “Fui o segundo melhor jogador num quadro de 128 jogadores e vinha de um momento complicado. Não tive momentos no jogo para me encaixar, fiquei com a sensação de que não pude jogar o meu ténis mas há que reconhecer a superioridade do adversário”.

“Creio que esse jogo chegou muito depressa, precisava de ter mais físico do que o que tenho agora mas creio que se estiver saudável, se puder competir, posso estar pronto para competir a um bom nível”, admitiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.