Nadal fala em ‘mundo de hipocrisias’ e afirma: «Se quero o Djokovic com mais Grand Slams que eu? Claro que não»

Por Nuno Chaves - Fevereiro 25, 2020
nadal-acapulco

Rafa Nadal regressa esta terça-feira à competição para jogar o ATP 500 de Acapulco mas, na antevisão, o espanhol aproveitou para recordar a final do Open da Austrália.

O espanhol, que há uns dias confessou que preferia a vitória de Dominic Thiem frente a Novak Djokovic, voltou a justificar essa escolha… de forma clara. “Sabem o que acontece? Vivemos um pouco num mundo de hipocrisia. Tenho muito boa relação com o Dominic, tal como o Djokovic, mas se me perguntam que se quero que o Djokovic tenha mais Grand Slams que eu, eu claro que respondo que não”, contou aos jornalistas.

“Se tenho de escolher se quero que ganhe um ou outro, escolho o outro. É um tema puramente profissional, não me escondo ao dizer isso, tal como se perguntarem ao Novak se prefere que ganhe eu ou o Dominic em Roland Garros, provavelmente vai dizer o Dominic”, explicou.

Nadal não quis mesmo deixar dúvidas. “Esta é a realidade da competição, não é ir contra ninguém por algum motivo estranho. Se o Djokovic ganha, felicito-o e vou para o próximo torneio, mas se me perguntam quem quero que ganhe, prefiro o Dominic”, concluiu Nadal, que defronta na primeira ronda em Acapulco, o compatriota Pablo Andujar.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.