Nadal e os recordes do ‘big three’: «Os de Sampras também pareciam imbatíveis…»

Por Bola Amarela - Abril 19, 2021
nadal-agassi-sampras-federer

Rafael Nadal é um dos culpados por muitos recordes fixados no ténis, tal como Roger Federer Novak Djokovic, com destaque para o números de títulos em torneios de Grand Slam, entre muitos outros. No entanto, o espanhol, atual número três do ranking ATP, está longe de pensar que essas marcas vão perdurar para sempre. Para explicar o porquê de ter essa sensação, lembra uma outra lenda que foi ultrapassada.

“Creio que os nossos números agora parecem imbatíveis, mas os de Sampra também pareciam. Vai sempre chegar alguém que irá superar o que se fez antes”, começou por adiantar, na antevisão do ATP 500 de Barcelona.

Certo é que Nadal gosta de ver os mais novos a crescer no circuito, com destaque para um nome específico. “Há uma geração de grandes tenistas e isso faz com que o circuito seja muito interessante agora. São muitos os jogadores que têm um enorme potencial e acredito que o que terá mais êxito é o que melhorar mais em relação à sua versão atual. Fico emocionado e motivado por jogar contra homens como Aliassime, Shapovalov, Medvedev, Zverev, Tsitsipas ou Thiem, ainda que este último seja algo maior”, confessou.

E até quando é que o espanhol vai jogar? Nem ele sabe! “Não posso prever o futuro. Tenho contratos assinados com marcas durante muito mais anos e isso não significa que eu vá jogar até aos 45 anos. Estou a fazer o possível para jogar o máximo tempo possível”, garantiu.

Bola Amarela