Nadal e as três décadas na liderança: «Segredo? Não posso dizer que tive sorte com as lesões»

Por Nuno Chaves - Janeiro 18, 2020
nadal-press

Depois da final na ATP Cup, ao serviço da Espanha, Rafa Nadal já está em Melbourne, onde se estreia na terça-feira, no Open da Austrália.

O número um mundial passou pela sala de conferências de imprensa onde começou por falar sobre o facto de ser o único jogador da história a liderar o ranking mundial em três décadas diferentes“Não há nenhum segredo para isso. Não posso dizer que tive sorte com as lesões, porque não foi assim. A chaves de sucesso é a paixão por este desporto e o ser positivo quando as coisas estiverem piores. Muitos achavam que a minha carreira ia ser curta devido ao meu estilo de jogo, mas aqui estamos. Estou feliz de estar onde estou e com a idade que tenho. Espero continuar a desfrutar com esta condição”, admitiu o maiorquino.

Nadal, que não jogou o decisivo duelo de pares com a Sérvia, na última semana, por falta de energia, revelou como se sente atualmente. “Creio que estou bem fisicamente depois de jogar muitos encontros consecutivos na ATP Cup. Estou a treinar há vários dias aqui e ainda me faltam alguns dias até me estrear. Espero seguir com a intensidade correta e com sentimentos adequados. Espero estar preparado para terça-feira”, garantiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.