Nadal define o seu jogador perfeito por pancada: tem Federer e Djokovic

Por José Morgado - Fevereiro 21, 2020
rafael-nadal

Rafael Nadal, número dois mundial, respondeu esta quinta-feira ao já famoso desafio de tentar, pancada a pancada, construir um jogador perfeito. O espanhol de 33 anos, humilde como quase sempre, não se escolheu para nenhuma das principais pancadas.

“Para a esquerda tem de ser o Novak Djokovic — ele é capaz de se defender muito bem nessa pancada e contra-atacar ao longo ou cruzado — e na direita escolho a do Roger Federer, pois ele apanha a bola muito cedo e faz winners de todos os lados do court. Em relação ao serviço? O do Karlovic para mim é o melhor. Quando o Ivo está a servir bem, o que acontece quase sempre, quem responde não consegue criar grandes chances de fazer nada. Ele é muito alto e tem boa técnica de serviço. Mete a bola onde quer: muito longe da tua raqueta”, brincou o espanhol.

As opiniões de Nadal sobre o jogador perfeito prosseguem e no capítulo mental já se inclui a ele mesmo: “Um jogador perfeito teria de ter a minha determinação. Para ultrapassar todas as minhas lesões e períodos difíceis da minha carreira”, admitiu antes de destacar mais três jogadores: “físico escolhia o do Dominic Thiem, a velocidade do Gael Monfils e a tomada de decisão do Andy Murray!”.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.