Nadal critica superfícies com afirmações fortes: «É duro ver em que estado estão as nossas lendas»

Por José Morgado - 16 Março, 2019
toni-nadal

Rafael Nadal, número dois mundial e um dos melhores tenistas da história, espera poder entrar em court para defrontar Roger Federer este sábado, nas meias-finais de Indian Wells. O espanhol de 32 anos sentiu algumas dores nos joelhos durante o seu encontro dos ‘quartos’ diante de Karen Khachanov e no final do encontro, em conferência de imprensa, foi muito duro na hora de explicar o quão difícil é jogar em superfícies pouco favoráveis ao corpo.

“Adoro jogar em hardcourt, mas o meu corpo não. E não é a minha carreira que me preocupa, mas sim a possibilidade de ter uma vida normal depois da minha carreira. É duro ver o estado em que estão as lendas do nosso desporto. E é normal. Esta modalidade é super exigente para o corpo. Nenhuma modalidade força os seus atletas a jogar tantos anos em superfícies tão exigentes como o hard court. É bom que daqui a 15 ou 20 anos se encontrem pisos mais ‘soft’ para facilitar estas situações”, confessou Nadal, numa longa conferência de imprensa.

Recorde-se que em 2018 Nadal desistiu de todos os torneios de piso rápido — antes ou durante — com a exceção de um: o ATP Masters 1000 de Toronto, no Canadá, onde até se sagrou campeão.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.