Murray alcança quarta final em Melbourne

Por admin - 29 Janeiro, 2015

A tarefa de Andy Murray esteve longe de se revelar fácil frente a Tomas Berdych esta quinta-feira, mas o escocês não desperdiçou a oportunidade de se qualificar para a final do Open da Austrália pela quarta vez na sua carreira.

Depois de um primeiro set muito disputado, que acabou por cair para o lado do checo, o número seis do ranking elevou o nível de jogo e não mais deixou escapar a liderança do marcador, fechando o encontro por 6-7 (6), 6-0, 6-3, 7-5, ao cabo de 3 horas e 26 minutos de jogo.

Com Daniel Vallverdu a passar da equipa técnica de Murray para treinador principal de Berdych, os ânimos já estavam quentes antes dos dois subiram ao court, mas o ambiente ficou ainda mais pesado com o desenrolar dos acontecimentos. Depois de vencer o primeiro set, o checo terá dito “bem jogado, Tomas” quando se cruzou com o escocês na rede. Murray desvalorizou o sucedido e, no final, as suas palavras foram para a sua treinadora, Amelie Mauresmo.

“Muita gente me criticou, mas acho que está provado que as mulheres também podem ser muito boas treinadoras. Estou muito contente por ela que tenha vencido esta noite”.

O escocês espera agora pelo desfecho do encontro entre Novak Djokovic e Stanislas Wawrinka para conhecer o seu adversário na grande final. Murray deixou escapar o título em 2010 (perdeu para Roger Federer), em 2011 e 2013 (cedeu frente a Novak Djokovic).