Michael Venus enfrenta decisão mais difícil da carreira após garantir vaga em Londres

Por José Morgado - Novembro 7, 2020
Michael_venus_1

Michael Venus, a grande figura do ténis da Nova Zelândia, garantiu esta semana, em Paris, um lugar nas ATP Finals de Londres, ao lado do seu parceiro australiano John Peers. No entanto, o atual número oito do Mundo ainda não sabe se vai disputar a prova. Venus, de 33 anos, é cidadão na Nova Zelândia, um dos países que tem controlado melhor a pandemia do novo coronavírus em todo o Mundo e tem um ‘isolation voucher’ — documento necessário para entrar no seu país — para viajar nos próximos dias, a partir… de Paris.

Mas agora que se apurou para Londres, Venus pondera aproveitar a oportunidade ganhar mais pontos e dinheiro, correndo no entanto o risco de não obter outro isolation voucher até 20 de dezembro. O protocolo sanitário da Nova Zelândia obriga a um mês de quarentena para quem pisou solo do Reino Unido, pelo que Venus teria de ficar mais um mês sem ver a sua esposa grávida e a sua filha de apenas dois anos.

Christophe Lambert, presidente da Federação Neozelandesa, assegura estar a mover esforços no sentido de permitir que Venus regresse ao seu país logo depois de terminar as ATP Finals, mas a ausência de garantias pode fazer com que o tenista da Oceania opte por não jogar em Londres. Michael Venus não vê a sua família desde agosto.

 

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.