Medvedev recusa ter acusado a pressão: «Já defrontei o Federer duas vezes e o Djokovic quatro vezes»

Por Nuno Chaves - Agosto 12, 2019
medvedev-nadal

Daniil Medvedev jogou este domingo a sua primeira final ATP 1000 da carreira mas… foi para esquecer. O russo perdeu em Montreal frente a Rafa Nadal, num jogo onde o espanhol dominou por completo.

No final, o novo número oito mundial, recusou ter sentido a pressão. “Não senti muito a pressão. Já defrontei o Federer duas vezes e o Djokovic quatro vezes. Sabia o que me esperava e estava preparado”, admitiu o jovem de 23 anos.

“Provavelmente não joguei o meu melhor ténis, mas ao mesmo tempo creio que o Rafa foi incrível. Preciso de voltar a ver o encontro pela televisão para dizê-lo com certezas, mas dou-lhe os parabéns. Preciso de fazer melhor na próxima vez” confessou Medvedev.

Medvedev falou também nas particularidades de defrontar os membros do Big 3. “Cada um dos três é totalmente diferente. Preciso de reforçar o quão diferentes que são. Cada um tem pancadas especiais. Quando se vê os títulos do Grand Slam ou Masters 1000 que venceram, está claro que têm algo melhor que o resto”.

“Os três são muito difíceis de defrontar. Interpretar o Rafa foi complicado, a minha tática era não lhe dar tempo, jogar profundo e não lhe dar pancadas fáceis. Isto funcionou no início, mas depois perdi o impulso por completo. Ele começou a controlar cada jogada, a controlar o jogo”, analisou o russo, que defronta em Cincinnati, na primeira ronda, o britânico Kyle Edmund.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.