Medvedev pronto para a glória: «Sinto que é o momento e que tenho de ganhar»

Por Nuno Chaves - Setembro 11, 2021
Foto: EPA

Daniil Medvedev, número dois mundial, qualificou-se para a terceira final de um Grand Slam na carreira, após despachar Felix Auger-Aliassime.

O russo espera que ‘à terceira seja de vez’ e não que ‘não há duas sem três’. “A experiência dessas finais pode ajudar-me. O que posso dizer é que vou dar tudo no domingo. Em Melbourne custou-me muito competir sem o calor do público, foi difícil ligar-me ao encontro, mas aqui conto com a energia do público com 100% da lotação e vou fazer tudo para subir a temperatura no court. Sinto que não joguei com o coração na Austrália, isso vai mudar aqui”, garantiu aos jornalistas.

Medvedev, que está na segunda final no US Open, explicou o que muda em relação à de 2019. “Na final de 2020 senti-me honrado por ser finalista, estava no início da minha subida, tinha vencido muitos encontros nessa fase da época e sentia que não era obrigatório ganhar. Depois de desperdiçar duas oportunidades agora sinto que é o momento, que devo ganhar”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.