Medvedev: «Partir a raqueta nunca é bonito, mas pode ajudar»

Por Patrícia Oliveira - Outubro 11, 2019

Daniil Medvedev conquistou, esta sexta-feira, a sua terceira vitória no Masters 1000 de Xangai frente a Fabio Fognini, apurando-se para as meias-finais do torneio.

O tenista russo partiu uma raqueta durante o encontro dos quartos-de-final frente a Vasek Pospisil e admite: “Geralmente não gosto de fazer isso, partir raquetas, nunca é bonito. Mas a verdade é que, às vezes, isso pode ajudar a aliviar o stress.” Acrescentando que “nesse momento era a única coisa que me estava a passar pela cabeça, mas para ser sincero nem sei se isso me ajudou.” 

O vice-campeão do US Open afirmou também que não foi uma partida fácil, muito devido ao calor que se fazia sentir: “Estava muito quente. Acho que foi por essa razão que o Vasek tenha tido alguns problemas no segundo set. Eu estava a sentir-me fisicamente apto ao longo do encontro que foi muito longo, mas o sol estava a perturbar muito.”

Daniil Medvedev soma agora sete vitórias consecutivas e tem encontro marcado com Stefanos Tsitsipas na próxima etapa do torneio.

Patrícia Oliveira