Medvedev: «O meu tenista favorito era Safin, mas segui de perto Nadal e Federer»

Por Tiago Ferraz - Março 19, 2020
medvedev-ao

Daniil Medvedev deu uma entrevista à Tennis Magazin onde falou um pouco acerca dos seus planos para o futuro, da sua temporada de 2019 e também dos seus ídolos de infância:

«Para muitos tenistas russos, Evgeny Kafelnikov era um ídolo, mas eu nunca o vi jogar. O meu favorito sempre foi o Marat Safin. Vi como conseguia fazer sempre grandes resultados nos Grand Slam e graças a ele eu decidi ser tenista. Também acompanhei de perto as carreiras do Federer e do Nadal», vincou, citado pelo Punto de Break.

O tenista russo falou ainda do que correu mal nas ATP Finals de 2019:

«Tinha que ter jogado melhor, especialmente, nos momentos mais importantes do encontro. Ainda me lembro dessa dolorosa derrota diante do Rafa onde ele conseguiu virar um resultado que era muito adverso. Espero nunca mais vir a perder um encontro daquela maneira. Apesar de tudo, a experiência foi muito boa, já que jogar um torneio daqueles é algo fantástico para qualquer tenista. É um torneio único. Estamos sempre a viajar, mas Londres é o único torneio onde os tenistas têm o seu próprio balneário. Demonstra que és uma pessoa especial. Espero voltar a viver esta experiência novamente. Vou trabalhar muito para voltar a lá chegar», revelou.

Medvedev revelou ainda os planos para o futuro e, de forma surpreendente, há opções não estão relacionadas com o ténis:

«Nesta altura não estou a estudar nada porque a minha cabeça está totalmente no ténis e na minha carreira. Quando isto acabar, quero fazer uma carreira na área das finanças ou especializar-me em temas de negócios. Não quero descartar a hipótese de ser treinador de ténis ou jogador de xadrez. Também queria aumentar a família, mas isso é só no futuro», concluiu.

 

Tiago Ferraz