Medvedev explica o porquê dos segundos serviços a mais de 200 km/h frente a Djokovic

Por Nuno Chaves - 18 Agosto, 2019
medvedev

Daniil Medvedev derrotou este sábado o número um mundial Novak Djokovic nas meias-finais em Cincinnati, numa exibição incrível e que ficou marcada pelos segundos serviços a mais de 200km/h.

O russo explicou o porquê de ter utilizado esta estratégia. “Desde o princípio do jogo que percebi que não ia ser capaz de estabelecer uma batalha de igual para igual contra o Novak no fundo do court. Não sentia bem a bola, estava cansado e a única coisa que funcionava era o meu serviço”, confessou em conferência de imprensa.

“Disse a mim mesmo que a única possibilidade que tinha era de cortar a duração dos pontos e assumir muitos riscos. Nos últimos tempos não tenho jogado assim, sou um tenista mais paciente, mas sabia que isso não me ia bastar. Vencer o Djokovic é um grande feito, estou muito feliz”, admitiu o russo, que pode subir ao top 5 do ranking mundial em caso de título no Ohio.

Sobre o segundo serviço, em específico, Medvedev diz que esta estratégia não foi caso único. “É algo que faço de forma esporádica, não é assim tão estranho. Fiz este ano em Wimbledon contra o Goffin. Comecei a fazer isto porque tinha 20% de pontos ganhos no segundo serviço. O Novak colocou-me muita pressão e percebi que isto era o melhor que tinha a fazer. Ter muita confiança no serviço ajudou-me”, concluiu o jovem de 23 anos.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.