Medvedev: «É impossível não ficar feliz por ter o Nadal e Djokovic no outro lado do quadro»

Por Nuno Chaves - Junho 7, 2021
medvedev

Daniil Medvedev encontrou a fórmula e agora parece não haver ninguém capaz de o derrotar em Roland Garros. O russo está nos quartos-de-final da competição, a jogar a um grande nível e… satisfeito com o sorteio.

Medvedev foi claro quando questionado sobre o facto de não ter ficado no mesmo lado do quadro que Rafa NadalNovak Djokovic“Creio que quando foi o sorteio o Sascha, o Stefanos e eu ficámos contentes por ver o Rafa e o Novak no outro lado. É impossível não ficar, já demonstraram muitas vezes os grandes campeões que são, por isso, quanto mais longe estiver deles melhor. Pode ser que tenham um mau dia e percam antes”, afirmou em conferência de imprensa.

Quanto ao seu próximo adversário, Stefanos Tsitsipas, Medvedev está consciente das dificuldades. “Tenho muitas expectativas para esse encontro, considero o Stefanos a principal alternativa ao Rafa e Novak, quero ver se sou capaz de vencer”.

O número dois mundial mostrou ainda o seu lado mais otimista. “A vida é mais fácil quando és otimista. Só me chateio comigo mesmo depois das derrotas, fico muito desiludido mas aprendi a que isso demore pouco tempo e a transformar em ambição para melhorar. Ficar deprimido depois de perder é muito mau, há que encontrar um equilíbrio”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.