Matteo Berrettini: «Esta derrota dói mas vai ser útil»

Por José Morgado - Maio 9, 2021
Berrettini

Matteo Berrettini, número 10 do ranking mundial e vice-campeão do ATP Masters 1000 de Madrid, em Espanha, mostrou-se este domingo naturalmente desapontado com desaire diante do alemão Alexander Zverev, mas nem por isso deixou de tirar ilações positivas daquilo que conseguiu fazer na capital espanhola durante esta semana.

“Estamos todos desapontados e eu sou aquele que estou mais. Tive um break point no terceiro set, mas ele jogou muito bem. O ténis é assim. Não tenho arrependimentos. Joguei bem. Não joguei a um nível inacreditável, mas ele também tem mérito nisso”, confessou em conferência de imprensa após o encontro.

Berrettini lembra que nunca foi um daqueles jovens apontados a grandes sucessos e acredita que esta derrota ainda lhe pode ser útil no futuro. “Nunca fui um daqueles que com 18 anos achava que ia estar aqui a discutir estes títulos, mas agora que estou… não gosto nada de perder. Agora é bastante doloroso, mas esta derrota vai ser útil. Esta semana mostrou que posso estar ao melhor nível.”

Já em italiano, Berrettini falou das melhorias do seu jogo do ponto de vista técnico, assegurando saber que ainda pode jogar muito melhor. “Estou contente com algumas das minhas melhorias, especialmente na esquerda, mas o mais interessante e belo de tudo isto é que eu posso jogar muito melhor do que fiz aqui esta semana.”

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.