Marijana Veljovic alerta para o sexismo na arbitragem de ténis

Numa agenda mediática muito marcada por questões como sexismo e a descriminação racial — como tão bem se viu na famigerada final feminina do US Open — Marijana Veljovic, uma das melhores árbitros de ténis do Mundo, falou este sábado abertamente sobre a diferença de tratamento e oportunidades que homens e mulheres têm na sua profissão.

“Não há muitas mulheres como árbitros de cadeira, basta olharem à vossa volta, é estatístico. Há três vezes e meio mais homens do que mulheres na cadeira de árbitro. Há muito que falo com os nossos superiores de forma a combater isto, a promover mais mulheres na profissão. E assim é que faz sentido. O ténis é um desporto pronto a aceitar a igualdade, independentemente da área em que te movimentes”, disparou em declarações ao site da Federação Internacional de Ténis.

Veljovic trabalha atualmente exclusivamente para a ITF, fazendo mais torneios do Grand Slam e eliminatórias da Taça Davis e Fed Cup. A sérvia dirigiu recentemente a final da Taça Davis entre a França e a Croácia, em Lille.