Marian Vajda: «Federer não tem em mente retirar-se, ele sente-se bem»

Por Pedro Almeida - Novembro 29, 2018

Marian Vajda, treinador do sérvio Novak Djokovic, elogiou a forma como Roger Federer se apresenta em court aos 37 anos e explicou que retirar-se do ténis não está, por enquanto, nos planos do campeoníssimo suíço. Em entrevista ao site Ubitennis, o técnico sublinha que Federer “sente-se bem”.

“É incrível o Roger ainda estar a competir aos 37 anos. Não tem em mente retirar-se, sente-se bem, apesar de estar menos rápido, claro. No passado, com outros jogadores, nunca houve quem quisesse acabar a carreira aos ‘trintas’. Nos anos 70 houve também o John Newcombe que jogou até aos 37 e o Connors até aos 41”, confessou Vajda, responsável por empurrar Djokovic para o topo da classificação ATP.

Na mesma entrevista, Marian Vajda falou ainda sobre as diferenças que existem entre os mais novos e os já mais experientes no circuito. “Ainda há uma grande lacuna e eles precisam de trabalhar um pouco mais”, adiantou.

Pedro Almeida