Maratonas: Fognini vence encontro épico no Australian Open… mas não foi o único

Por Nuno Chaves - Janeiro 21, 2020
fognini

A chuva parece estar a dar tréguas no segundo dia do quadro principal do Australian Open e, neste início de jornada, há já encontros épicos a destacar.

Começamos com Fabio Fognini, que fez uma recuperação épica. O italiano, que teve pela frente o gigante norte-americano Reilly Opelka, venceu com os parciais de 3-6, 6-7(4), 6-4, 6-3 e 7-6(10-5), após 3h45 minutos, num encontro que foi interrompido esta segunda-feira devido à chuva e, nessa altura, Opelka vencia… por dois sets a zero.

Esta foi mais uma prova de que o transalpino é uma espécia de rei das recuperações, uma vez que virou de 0-2 em sets pela sétima vez na carreira. Na segunda ronda do Major australiano, Fognini terá pela frente o vencedor do confronto entre Alexander Bublik Jordan Thompson.

Já Alejandro Fokina Davidovich teve um dia para mais tarde recordar. O jovem de apenas 20 anos alcançou a sua primeira vitória da carreira em torneios do Grand Slam e logo… em cinco sets.

O espanhol afastou o eslovaco Norbert Gombos por 4-6, 6-4, 2-6, 6-3 e 6-2, após pouco mais de três horas, numa partida onde se provou todo o talento que é reconhecido a Fokina Davidovich. O atual número 88 do mundo, na próxima fase, enfrenta Diego Schwartzman, número 14 ATP.

De destacar ainda mais um triunfo de grande nível. Hubert Hurkacz, um dos jogadores em boa forma neste início de 2020, ultrapassou o austríaco Dennis Novak com os parciais de 6-7(1), 1-6, 6-2, 6-3 e 6-4, naquela que foi a primeira vez na carreira em que recuperou de dois sets de desvantagem. O seu próximo adversário sairá do duelo entre John Millman Ugo Humbert.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.