João Sousa: «Perder, nem ao berlinde»

joao-sousa

De espírito inconformado e postura aguerrida, João Sousa admite abertamente que lidar com a derrota está longe de ser fácil, mas garante não tanto como era enquanto criança. “[Sim, sou] Muito competitivo”, disse o vimaranense, em entrevista à GQ, revista que o elegeu como o Homem do Ano no Desporto.

 “[Perder] Nem ao berlinde. E hoje estou muito mais tranquilo, quando era miúdo, ui! Ficava tolo de perder ao que quer que fosse. Aqui só há duas hipóteses: ou eu ganho porque sou melhor, ou eu perco porque tive azar. [risos]”, confessou o número um português, que surge nas páginas da edição deste mês da referida revista masculina.

João Sousa, que teve em 2018 uma das temporadas mais especiais da carreira, ao vencer o Millenneium Estoril Open, em frente ao público português, vai preparando a nova temporada, por estes dias, ao lado do austríaco de Dominic Thiem, número oito mundial, em Tenerife.