João Sousa lesiona-se e só volta a competir em 2020

Por José Morgado - Outubro 22, 2019
João-Sousa

João Sousa desistiu esta terça-feira da sua participação no ATP Masters 1000 de Paris, em França, e não voltará a competir na temporada de 2019. O vimaranense de 30 anos, 62.º do ranking ATP, fez uma fratura de esforço num dos ossos do pé esquerdo, confirmada por uma ressonância magnética feita na segunda-feira, e não poderá fazer qualquer tipo de esforços nas próximas quatro semanas, tendo igualmente novo exame marcado para 21 de novembro, de forma a reavaliar a lesão.

Frederico Marques, técnico do número um português, explicou como é que a situação foi gerida e decidida. “O João já vinha com algumas dores no pé esquerdo nas últimos meses. Fizemos uma ressonância e confirmou-se o pior cenário.  O João tem uma pequena fratura/ fissura num osso do pé esquerdo.  Vai ter de estar 4 semanas sem grandes apoios nessa zona e depois iniciar a recuperação”, confessou, apontando para um prazo de quatro a seis semanas.

O técnico revela os planos para os próximos tempos. “Nunca é bom para estar lesionado, mas se tem que acontecer não foi uma altura terrível.  Aproveitaremos os dias tínhamos de férias para também recuperar da lesão”.

João Sousa tem tido muito poucas lesões graves ao longo da sua carreira e é raro falhar torneios. Este ano, o português despede-se como um dos 10 tenistas com mais encontros disputados (57, no 7.º lugar) e o segundo (até agora) com mais torneios jogados (28). Pela primeira vez desde 2012, Sousa deverá terminar uma época fora do top 60… mas por pouco.

 

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.