João Sousa e a receita contra Federer: «Vou dar o meu melhor e lutar como faço sempre»

Por José Morgado - 16 Maio, 2019
Joao-Sousa

João Sousa entra em court (esperemos que finalmente) esta quinta-feira no ATP Masters 1000 de Roma para defrontar o campeoníssimo Roger Federer na segunda ronda da prova italiana. Na ressaca de uma vitória duríssima diante de Frances Tiafoe, o vimaranense de 30 anos falou com a ATP Radio e confessou algumas das chaves que o têm mantido no top 100 durante os últimos seis anos.

“É importante melhorar todos os dias para me manter onde estou em termos de ranking, em termos de jogo. Essa é a chave. Tenho uma sorte de ter uma grande equipa à minha volta, porque nem sempre é fácil manter-me fácil e motivado. Nem sempre é fácil divertir-me em court quando estou a lutar, mas tento ao máximo. Às vezes é uma grande luta”, confessou o minhoto.

Sousa não tem grandes segredos na hora de defrontar Federer perante 12 mil pessoas no Campo Centrale. “Vou tentar divertir-me, dar o meu melhor, lutar como faço sempre”, confessou, antes de admitir o quão especial é jogar em Roma. “É um dos torneios em que há pessoas em todo o lado e os espectadores vivem mesmo os encontros. Toda a gente sente as emoções.”

João aproveitou ainda para assegurar que o ténis em Portugal está a melhorar, ressalvando a importância do Millennium Estoril Open. “O ténis português está a melhorar. Mais jovens querem ser profissionais, há mais condições, está a crescer e há mais miúdos a quererem jogar. Espero que possamos ter mais top 100 e mais jogadores a conseguirem ser bons. Estou contente. Ter o Estoril Open é fundamental. É um dos melhores ATP 250 do Mundo, acreditem em mim. Fazer parte disso para mim é muito especial e é muito importante para os jovens verem o melhor ténis do Mundo ao vivo.”

 

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.