Jack Sock passa de top 8 a jogador sem ranking (!) em dois anos

Por José Morgado - Outubro 30, 2019
Tennis – ATP 1000 – Paris Masters – AccorHotels Arena, Paris, France – November 2, 2018 Jack Sock of the U.S. reacts during his quarter final match against Austria’s Dominic Thiem REUTERS/Gonzalo Fuentes – RC121A6B89F0

Há precisamente dois anos, Jack Sock, então com 25, surpreendeu tudo e todos no Masters 1000 de Paris. Venceu a competição contra todas as expetativas, apurou-se para as ATP Finals de Londres, entrou no top 10 pela primeira vez e os Estados Unidos parecia que tinham encontrado finalmente um tenista sólido e de top 10.

E se 2018 já foi um autêntico desastre em singulares — em pares ganhou dois Grand Slams — para o jovem do Nebraska, que só conseguiu ganhar encontros seguidos na sua última semana dessa temporada (caiu para fora do top 100), a verdade é que o pior dos pesadelos chegou em 2019.

Sock lesionou-se em fevereiro, voltou em julho, mas não conseguiu ganhar um único (!) encontro de singulares desde então: nem no circuito ATP, nem no circuito Challenger, pelo que perdeu todos os pontos de que dispunha e vai aparecer sem ranking na próxima atualização, a 4 de novembro.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.