Ivanisevic e a presença de Djokovic no US Open: «Não tenho nenhuma esperança»

Por Nuno Chaves - Agosto 2, 2022
djokovic-wimbledon-r2

A presença de Novak Djokovic no US Open é uma das grandes incógnitas do momento. O sérvio garante estar a treinar como se fosse jogar o último Grand Slam da temporada, mas o que é certo é que há quem não tenha grandes expetativas, como é o caso do… treinador do número seis mundial.

Falamos, claro, de Goran Ivanisevic. “O Novak vai fazer todos os possíveis, talvez com um visto especial, mas só há duas semanas de prazo. Pessoalmente, não tenho nenhuma esperança. Não acredito que o Biden mude as regras antes do começo do torneio. E parece-me uma estupidez: se estás vacinado mas estás positivo podes entrar nos EUA mas proíbem-te de entrar se não estiveres vacinado e fores negativo. Há demasiada política no mundo do desporto”, admitiu, numa entrevista ao La Republica.

Sobre a atualidade tenística, Ivanisevic revelou toda a sua admiração por Jannik Sinner, recém campeão em Umag (torneio que tem o nome de Ivanisevic no Court Central).

“Sou muito fã do Sinner, desde que era pequeno. É humilde, tem muito talento e está a crescer a passos gigantes. É o futuro do ténis e será capaz de ganhar qualquer Grand Slam. Vimos o que fez contra o Nole em Londres, jogou de forma extraordinária nos dois primeiros sets mas cometeu o erro de recuar no court no terceiro set. Não podes deixar de respirar contra o Novak, tens que o matar enquanto consegues”, revelou.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.