Isner rendido: «O Roger é demasiado bom, mesmo sem a lesão eu também não ia ganhar»

Por Nuno Chaves - 1 Abril, 2019

John Isner falhou o segundo título consecutivo no ATP 1000 de Miami, depois de ter sido derrotado na grande final frente a Roger Federer. O norte-americano sentiu dores no pé durante o encontro mas, em conferência de imprensa, admitiu que isso não teve qualquer interferência no resultado final.

Isner explicou o que sentiu. “Não sei o que aconteceu. Durante o primeiro set comecei a sentir dor na parte superior do pé e manteve-se até final. É uma sensação terrível… estás aleijado, não tens companheiros de equipa para te esconder e estás a defrontar o melhor jogador de todos os tempos”, admitiu o número nove mundial.

“Não creio que fosse ganhar o jogo sem a lesão, de todo e quero deixar isso claro mas acho que podia ter sido uma final mais interessante e divertida. É uma sensação estranha, estar a servir metade de um jogo assim e saber que não vou ganhar. O Roger é demasiado bom. Nos primeiros cinco jogos estava bem, não doía nada e ele passou-me por cima. Vamos ver o que é exatamente esta dor, esperemos que não seja nada”, desejou.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.