Goffin e Wawrinka sobrevivem a enormes batalhas de 5 sets e estão na 3.ª ronda do Australian Open

Por Tiago Ferraz - Janeiro 23, 2020
wawrinka

Nova jornada de emoções fortes no Australian Open. David Goffin e Stan Wawrinka garantiram um lugar na terceira ronda do primeiro Grand Slam da temporada após ter batido Pierre Hugues-Herbert e Andreas Seppi, respetivamente, em cinco sets.

O encontro começou com grande ascendente de Goffin que venceu todos os jogos de serviço na primeira partida e com dois breaks, nos segundo e sexto jogos (5-1) ficou com serviço na mão para confirmar o triunfo na partida inicial com um 6-1 a seu favor.

Na segunda partida, Goffin manteve-se por cima, fez dois breaks consecutivos, nos quinto e sétimo jogos e ficou a vencer por 5-2. No jogo seguinte Pierre Hugues-Herbert ainda reagiu, devolveu o break e encostou a 5-4 com o serviço, mas Goffin colocou-se a vencer por dois sets a zero logo a seguir (6-4).

Na terceira partida o equilíbrio foi evidente o que contribuiu para que o set estivesse empatado (4-4) no oitavo jogo apenas com um break para cada lado. O parcial ficou definido, no décimo jogo, quando Goffin cedeu o serviço e Pierre Hugues Herbert venceu a terceira partida (6-4).

No quarto parcial e, embalado pela vitória no set anterior, Pierre Hugues-Herbert esteve impressionante, fez três breaks consecutivos, nos segundo, quarto e sexto jogos (5-1) e fechou a vitória no quarto set por 6-1 para levar o encontro a uma quinta e decisiva partida.

Nessa fase, David Goffin até começou mal com um break sofrido no terceiro jogo (2-1), mas fez o contrabreak de imediato e, com mais duas quebras de serviço seguidas, nos sexto e oitavo jogos, ficou a vencer por 5-3.

A um jogo da vitória Goffin não perdoou e venceu o encontro com um 6-3 na quinta partida.  Na próxima ronda David Goffin vai enfrentar o russo Andrey Rublev num encontro que promete!

Quem também está na terceira ronda é Stan Wawrinka que bateu Andreas Seppi pelos parciais de 4-6, 7-5, 6-3, 3-6 e 6-4 ao fim de 3h41 de encontro.

A primeira partida começou com superioridade por parte de Wawrinka que chegou ao break bem cedo e serviu para chegar ao 3-0. No entanto Seppi reagiu da melhor forma, respondeu com duas quebras de serviço, nos quinto (2-3) e nono jogos (5-4) e, de seguida, teve serviço na mão para vencer o set por 6-4.

No segundo set foi tudo muito equilibrado e só ficou decidido na fase final: nos primeiros oito jogos não se registaram breaks (4-4), mas nos dois jogos seguintes houve uma troca de breaks e o resultado manteve-se empatado (5-5) quando Seppi tinha serviço para vencer o set.

Quem aproveitou a hesitação de Seppi foi Wawrinka que voltou a ser feliz na resposta ao serviço e venceu o segundo set (7-5).

Na terceira partida o suíço esteve tranquilo, venceu todos os jogos de serviço e, com uma única quebra de serviço, no sexto jogo, geriu o parcial e venceu o set por 6-3.

No quarto set ambos os tenistas estiveram a bom nível no serviço o que resultou num set sem breaks até ao sexto jogo (3-3). Tudo mudou no oitavo jogo quando Wawrinka foi quebrado o que deixou Seppi a servir para vencer o parcial, algo que veio an conseguir com jogo em branco.

No set de todas as decisões Wawrinka foi o primeiro a perder o serviço, mas fez o contrabreak  (4-4) e, quando Seppi servia para se manter no set e no encontro, o helvético deu o toque final, aproveitou um ponto de break e venceu o set e o encontro (6-4).

Na próxima ronda Stan Wawrinka vai defrontar o veterano norte-americano John Isner.

Já sabe que pode acompanhar os encontros da 108.ª edição do Australian Open, através da livestream da bet.pt!

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.