Gauff revela que teve sintomas leves de covid-19: «Ia levar a vacina nessa semana»

Por Bola Amarela - Agosto 8, 2021
gauff

A jovem americana Coco Gauff, aos 17 anos, foi baixa de última hora nos Jogos Olímpicos de Tóquio, depois de ter contraído covid-19 mesmo antes de viajar para Tóquio.

“Estava tudo programado para que eu recebesse a vacina naquela semana”, contou. “Não consegui antes por causa das viagens e o tempo entre uma dose e outra. Em Charleston, o meu pai tomou a da Johnson, de apenas uma dose, mas eu não poderia por ter menos de 18 anos. A minha mãe tomou a da Pfizer, mas ela passa muito mais tempo em casa do que eu. Antes de voar para a Europa, pensei em tomar a primeira dose, mas aconselharam-me que, depois de passar três meses fora em no circuito, não seria uma ideia muito boa, pois haveria muito tempo entre uma dose e outra. Em teoria, eu tomaria a primeira dose antes de viajar para Tóquio e a segunda logo após as Olimpíadas”, revelou a norte-americana a partir de Washington, onde esteve a jogar um encontro de exibição esta semana.

“Depois de contrair o vírus tive de ficar em casa e comecei a fazer rotinas de exercícios, passei muito tempo a nadar e a fazer coisas para não ficar aborrecida. Depois pude sair de casa e tenho treinado duas vezes por dia, preparando-me bem para meu regresso, acho que estou pronta para esta temporada norte-americana”, afirma ela.

Naturalmente, Gauff ficou muito triste por ficar de fora dos Jogos. “É claro que fiquei muito decepcionada. Esperava pelos Jogos Olímpicos praticamente desde o Open da Austrália, quando descobri que tinha a chance de fazer parte da equipa. Mas estou feliz por ter passado pela covid-19 sem muitos sintomas, quase assintomática, embora ainda não tenha recuperado o meu olfato. Fora disso, estou bem”, assegurou.

  • Categorias:
  • WTA
Bola Amarela