Fritz sobre a lesão de Djokovic: «De repente já estava a correr rápido»

Por Bola Amarela - Fevereiro 12, 2021

Novak Djokovic sobreviveu a uma lesão na zona abdominal para derrotar Taylor Fritz na terceira ronda do Australian Open. O sérvio desperdiçou uma vantagem de dois sets a zero, mas reagiu e venceu a quinta partida por 6-2, algo que deixou o norte-americano naturalmente frustrado. Após o encontro, Fritz não questionou a lesão do sérvio, mas mostrou-se surpreendido pela rápida recuperação dentro do próprio duelo.

“Ele não estava a parecer-me bem no terceiro e quarto sets. No quinto já estava muito bem. Qualquer um que tenha visto o encontro consegue ver que estava a movimentar-se e jogar bem no quinto set. Não sei o que dizer. Vamos ver se ele consegue jogar e se o fará como no quinto set. Se o fizer, pode ganhar a qualquer um”, começou por dizer. “Foi difícil lidar com o facto de, de repente, ele já estar a correr rápido e a jogar tão melhor do que no terceiro e quarto sets. Devia estar à espera disso. Mas pensei que se ele estivesse mesmo, mesmo lesionado não teria continuado. Sabia que ele ia voltar forte no quinto set”, comentou.

Aquilo que deixou Taylor Fritz furioso foi o facto de o encontro ter sido interrompido para evacuar a Rod Laver Arena. Estava na hora de os adeptos seguirem para o confinamento obrigatório, mas o norte-americano não entende que tenha sido preciso parar o encontro.

“É absolutamente ridículo que num Grand Slam nos peçam para sair de court durante 10 minutos no meio de um encontro. Não pode ser! Entendo que Victoria vá para confinamento outra vez, mas então não devíamos ter jogado à noite se não íamos acabar o encontro a tempo. Não ter adeptos lá prejudicou um bocadinho porque estavam a puxar por mim, mas eu ganhei o set na mesma. Não fez grande diferença, mas isto não são condições para se jogar a terceira ronda de um Grand Slam”, criticou em conferência de imprensa.

Bola Amarela