Fritz muito claro: «Odeio o coaching, sou totalmente contra»

Por Nuno Chaves - Agosto 26, 2022

A aprovação do coaching até ao final da temporada foi um tema que nunca foi muito consensual e quem parece não gostar – de todo – é Taylor Fritz.

O norte-americano, na antevisão ao US Open, deu a sua opinião sobre um dos assuntos mais polémicos da modalidade e foi claro. “Realmente odeio. Sou totalmente contra. Não é algo que deva fazer parte do nosso desporto. Sinto que as regras mudaram e não gosto. O ténis é um desporto individual, por isso, por que deveria alguém ajudar-te? Creio que as pessoas subestimam a parte mental e estratégica que é o desporto e não entendem a grande diferença que é”, afirmou.

Quando às suas aspirações no US Open, Fritz acredita que pode chegar longe. “Estou a sentir bem a bola. Simplesmente estou a bater bem na bola e claro que isso passa para os resultados que tive. Confio no meu nível de ténis e espero ter sorte”, concluiu.

 

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.