Frederico Silva: «Se tivesse confirmado o primeiro break podia ter sido diferente»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Fevereiro 8, 2021
frederico-silva

Este será um dia que Frederico Silva nunca irá esquecer. O português de 25 anos estreou-se em quadros principais de torneios do Grand Slam e deixou uma imagem positiva diante de Nick Kyrgios, perdendo por 6-4, 6-4 e 6-4. Vindo do qualifying, Kiko faz um balanço positivo daquele que foi um encontro muito especial.

“De forma geral fiz um bom jogo e saí satisfeito do court com esta primeira experiência em Grand Slams! Obviamente senti que podia ter feito algumas coisas melhor e que isso podia ter-me ajudado durante o jogo, mas de forma geral acho que foi um bom encontro. Senti que podia ter servido melhor e isso podia ter-me dado uma grande ajuda, visto que nos jogos de resposta não estava a ter muitas hipóteses por mérito dele”, começou por contar-nos.

Para Frederico Silva, um momento chave podia ter feito toda a diferença. É que o português esteve a liderar por 2-0 no arranque do encontro e até teve ponto fazer o 3-0. “Entrei bem no jogo e talvez o encontro pudesse ter sido diferente se eu tivesse confirmado o primeiro break que fiz. Depois disso ele ganhou confiança e ficou mais complicado para mim contrariar o favoritismo dele”, destacou, ele que teve pouco contacto com Kyrgios: “Não falámos nem antes nem depois do jogo mas respeitámo-nos durante o jogo e isso é o mais importante. Não tinha ouvido [o que disse] mas vi nas notícias e fico satisfeito com as palavras dele. Acho que significa que ele sentiu que foi um jogo bem disputado e é sempre bom saber isso vindo de um jogador tão experiente como ele.”

Contas feitas, Kiko lamentou a derrota, mas sai com um sorriso na cara e confiança renovada para regressar rapidamente a estes palcos. “Foi um torneio positivo em que tive experiências e desafios novos. Fiquei triste com a derrota e por sentir que podia ter feito melhor, mas saio daqui com vontade de continuar a evoluir para estar mais forte quando voltar a estes torneios. Acho que o Nick fez um bom jogo. Sabia que ia ser difícil e ia ter dificuldades na resposta e isso aconteceu”, finalizou.

Pedro Gonçalo Pinto