Frederico Silva dá excelente réplica a top 100 mas não evita adeus em França

Por Bola Amarela - Outubro 5, 2021
frederico-silva-lisboa
FOTO: Beatriz Ruivo

Frederico Silva, número 193 do ranking ATP, ainda sonhou com uma das melhores vitórias da carreira, mas acabou por não conseguir evitar a reviravolta de Jiri Vesely na primeira ronda do Challenger de Mouilleron-le-Captif, em França. O português entrou muito bem no encontro, a jogar ténis de alto nível, antes de não aguentar o serviço e o ténis pesado do 2.º cabeça-de-série e antigo número 35.

O caldense saiu com os parciais 3-6, 6-3 e 6-2, em duas horas de encontro, sem conseguir controlar a maior experiência de Vesely nas condições de piso rápido indoor. Desta maneira, a derrota frente ao 80.º do ranking ATP impede que fixe aquela que seria o seu segundo melhor triunfo de sempre, sendo que o feito diante de Denis Istomin (74.º na altura) no Estoril Open de 2017 continua a ser o ponto alto.

Em França, Frederico Silva deixou de conseguir criar pontos de break a partir do início do segundo set e não resolveu esse problema, despedindo-se mesmo de Mouilleron-le-Captif com um sabor agridoce. Com a derrota na bagagem, Kiko segue agora para o Challenger de Alicante.

Bola Amarela