Frederico Silva cumpre sonho e vai jogar o quadro principal de um Grand Slam pela primeira vez

Por José Morgado - Janeiro 13, 2021
frederico-silva1
FOTO: Beatriz Ruivo

Frederico Silva, antigo top 10 mundial de juniores e único jogador português da história a ter conquistado títulos de Grand Slam — US Open 2012 e Roland Garros 2013 em pares juniores — cumpriu esta quarta-feira, aos 25 anos, o sonho de se qualificar para o quadro principal de um Major pela primeira vez, ao passar a fase de qualificação do Australian Open, que foi jogada em Doha, no Qatar, por causa da pandemia.

O caldense, atual número 182 do ranking ATP, garantiu a sua vaga num dos voos charter rumo a Melbourne ao derrotar o francês Gregoire Barrére, primeiro cabeça-de-série do qualifying e número 110 do ranking ATP, por 6-3 e 6-4, num duelo em que foi quase sempre superior, mostrando-se muito agressivo e servindo a grande nível, sem se mostrar intimidado por um rival bastante mais experiente.

Frederico Silva, que jogou a muito bom nível durante toda a semana em Doha, depois de uma ponta final de 2020 que já tinha sido de grande qualidade — com a sua primeira final Challenger — junta-se assim a João Sousa e Pedro Sousa no quadro principal em Melbourne, que arranca a 8 de fevereiro, em Melbourne Park. Antes, todos competirão nos ATP 250 de 31 de janeiro a 6 de fevereiro, no mesmo local.

Silva é o oitavo tenista da história do ténis português a jogar um Grand Slam em singulares masculinos e o Australian Open será o primeiro Grand Slam a ter três homens portugueses a competir em simultâneo. 

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.