Fognini: «Preciso de correr, estar livre de dores e voltar a desfrutar»

Por Bola Amarela - Janeiro 10, 2021
fognini

Fabio Fognini arrancou 2021 com os quartos-de-final em Antalya. O italiano queria, naturalmente chegar mais longe, mas está a levar tudo com calma nesta altura. É que 2020 foi um ano marcado pela pandemia e, acima de tudo, por operações aos dois tornozelos do número 17 do ranking ATP. Por essa razão, Fognini tem a plena noção de que há muito para recuperar, embora nem saiba bem o que esperar.

“Há um Fognini 2.0! Quando és operado aos 33 anos nunca sabes o que vai acontecer. Estar a competir no circuito é como um novo começo. Preciso de correr, estar livre de dores e voltar a desfrutar. Hoje, na maior parte do meu encontro, joguei sem nenhum tipo de dores. Só preciso de tempo e, provavelmente, o meu ténis voltará a ser como antes”, confessou, em entrevista ao site da ATP, após a derrota com Jérémy Chardy.

Depois de um 2020 em que confessa ter sido preciso aceitar cada derrota, Fognini espera dar a volta ao texto. Ainda assim, sabe perfeitamente o que precisa de melhorar com o decorrer da temporada. “Tenho de sofrer muito em cada encontro. Preciso de jogos como os que disputei em Antalya, ainda não me sinto a 100 por cento depois das operações. Estou feliz porque cada partida que disputo é importante, especialmente se for muito equilibrado e puder competir até ao fim. Tenho de voltar a sentir-me competitivo”, destacou.

Bola Amarela