Federer: «Tenho um quadro difícil aqui em Halle»

Por José Morgado - Junho 18, 2019

Roger Federer, número três mundial e 9 vezes campeão do ATP 500 de Halle, entrou esta terça-feira com o pé direito da prova alemã, ao qualificar-se para a segunda ronda com um triunfo sobre o australiano John Millman, o seu carrasco no US Open 2019. O suíço de 37 anos mostrou-se consciente de que o seu sorteio não era fácil.

“Era um encontro difícil. Ele jogou de forma incrível para me derrotar no US Open e nunca se sabe se não poderia fazer o mesmo aqui. O meu quadro não era nada fácil para um torneio destes e agora tenho o Jo-Wilfried Tsonga na próxima ronda. Não é fácil”, admitiu em conferência de imprensa no final do encontro.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt