Federer responde ao eterno debate do GOAT e usa os filhos como exemplo

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 22, 2022
federer-int

Afinal, quem é o melhor tenista de todos os tempos? O debate entre Roger Federer, Novak Djokovic Rafael Nadal promete durar para sempre, mas o que é que os próprios tenistas acham? Pois bem, o suíço, que termina a carreira nesta sexta-feira, foi questionado em relação ao tema e usou… os filhos para responder.

“Sejamos honestos. É uma tema que pode dar uma boa conversa e um debate divertido. Podemos falar disto sem parar, mas é um bocadinho tonto estarem sempre a comparar-nos. Mas sei que é inevitável, a condição humana leva-nos a isso e eu também o faço, por exemplo com os meus filhos. Tenho quatro e, mesmo que não devesse fazê-lo, é impossível não comparar. Mas é impossível escolher um ou outro”, começou por referir.

E foi mais longe. “É melhor ter anos super dominantes ou tem mais mérito estar fora um tempo e voltar de lesão? É mais notável ganhar quando és jovem ou quando és veterano? São mais importantes os êxitos em terra ou relva? O debate não tem fim. Pessoalmente, não me interessa e quando me ultrapassaram não dediquei nem um pensamento às estatísticas ou a pensar se ganham mais ou menos. Acho que nenhum de nós vai ser mais feliz do que os outros por ter mais títulos do Grand Slam”, disse à APNews.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.