Federer organizou jantar com 30 pessoas três horas depois de uma das derrotas mais duras da sua vida

Por José Morgado - Julho 5, 2020
federer

Está quase a fazer um ano que Roger Federer sofreu uma das derrotas mais traumáticas da sua carreira, na final de Wimbledon 2019. O suíço, então prestes a cumprir 38 anos, teve dois match points no seu serviço em pleno quinto set para somar um 21.º título de Grand Slam, mas acabou derrotado no tie-break da quinta partida, que pela primeira vez foi introduzido a 12-12 na última edição do Major inglês.

Severin Luthi, o seu treinador, revelou em entrevista à ‘SRF’ ter encontrado um cenário surpreendente na casa que Federer costuma alugar durante o torneio. “Ele ligou-me três horas depois da final. Estavam lá umas 30 pessoas, fiquei chocado porque parecia que ele tinha vencido a final. Ele tem uma capacidade verdadeiramente anormal de olhar em frente depois das adversidades”.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.