Federer não vai jogar mais em terra batida para além de Roland Garros

Por José Morgado - Fevereiro 13, 2020
federer-quartos

Roger Federer, de 38 anos, regressou a Roland Garros em 2019 depois de três anos de ausência com uma presença nas meias-finais (só perdeu com Rafael Nadal) e faz intenções de regressar já este ano para a edição de 2020, a primeira a ser disputada com sessões noturnas e teto amovível para o caso de chover em alguma das jornadas.

No entanto, Federer não quer repetir o seu calendário de terra batida feito em 2019, quando competiu em Madrid (quartos-de-final) e Roma (quartos-de-final). Segundo o seu empresário Tony Godsick, é quase certo que o suíço não vai jogar mais nada em terra batida para além de Paris. Esta informação entronca bem nas declarações recentes de Federer sobre estar prestes a ter uma longa paragem.

A confirmar-se, Federer fará uma paragem de sete semanas entre o Masters 1000 de Miami e Roland Garros, antes de atacar depois uma segunda metade de temporada que promete ser agitada. O helvético tem prevista a participação em Halle, Wimbledon, Jogos Olímpicos de Tóquio, Cincinnati, US Open, Laver Cup, Xangai, Basileia e ATP Finals, caso se qualifique, claro…

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.