Federer lavado em lágrimas no adeus: «Não podia estar mais feliz. Foi tudo o que pedi»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 24, 2022

Carregado de emoção e lavado em lágrimas, Roger Federer despediu-se em plena O2 Arena de uma carreira memorável. Com muitos agradecimentos — um muito especial à sua mulher Mirka –, a lenda suíça colocou um ponto final emocionante para todos.

DISCURSO FINAL DE FEDERER

Estou feliz. Não estou triste. Foi fantástico estar aqui. Adorei estar na minha pele uma vez mais. Com todos os encontros, estar com os rapazes, amigos, fãs, família, não senti tanto o stress, embora tenha sentido que algo podia acontecer ao meu corpo. O encontro foi incrível, não podia estar mais feliz. E jogar com o Rafa na mesma equipa, estar com estas lendas todas… Obrigado.

Nadal, Djokovic e Murray comigo? É fantástico, é mesmo. Não queria sentir-me sozinho ali. Por um momento senti-me sozinho. Mas eu sempre senti que era um jogador de equipa. Viajei com a minha gente por todo o Mundo e tenho de agradecer. E ser equipa com todos os que estiveram aqui comigo, os que jogaram contra nós. Tem sido fantástico estar aqui e jogar esta Laver Cup e todas as outras. Era exatamente assim que me queria sentir. Foi tudo o que eu pedi. Obrigado.

Nunca foi suposto ser assim. Estava sempre feliz a jogar ténis e passar tempo com os meus amigos e acabei aqui. Fazia tudo outra vez, foi uma viagem incrível. Foi tão divertido, foi incrível. Obrigado a todos! Tive tanta gente a apoiar-me e vocês estarem aqui para mim hoje significa o mundo.

Podias ter-me parado há muito tempo, mas não o fizeste. Fizeste-me continuar, é incrível. Obrigado! Há tanta gente para agradecer. Que noite fantástica… Obrigado a todos!

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.