Federer: «Djokovic ainda não está ao melhor nível, ele há um par de anos era quase imbatível»

Por Nuno Chaves - 18 Setembro, 2018
Federer-Djokovic

O regresso aos grandes triunfos de Novak Djokovic tem sido um dos principais destaques da segunda metade de temporada. O sérvio já conquistou Wimbledon, US Open e o Masters 1000 de Cincinnati e a expetativa é que o número três mundial possa manter-se na onda de vitórias.

Roger Federer acredita, inclusivamente, que o sérvio ainda nem sequer atingiu o pico da sua forma. “Penso que o Novak vai ganhar mais Grand Slams. Creio que nem está ainda ao melhor nível desde que recuperou da lesão. Está a jogar muito, muito bem mas, nos seus melhores anos, há um par de anos, era quase imbatível. Penso que lhe falta um bocado para voltar aí e isso deve dar-lhe muita motivação”, afirmou o tenista de 37 anos.

O helvético admite ainda que igualar Pete Sampras é uma força de motivação. “O Djokovic ter igualado o Pete é um feito. Um feito que parecia bem longe para todos nós durante todos estes anos”.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.